Escolhendo um bom criador

Por Aline Pêgas

Multiplicar ratos é muito fácil. Na verdade eles não precisam de ajuda. Supondo que você tenha um casal fértil, água, comida e espaço em abundância, em apenas 15 meses esses dois ratos se tornarão 12500 ratos (Se muita gente ficar curiosa com a conta explicamos nos comentários, os dois autores desse blog são matemáticos). Criar ratos para que sejam bons animais de estimação é uma história completamente diferente. Se você tem acompanhado nosso blog e está louco pra ter seus primeiros ratos (ou mais ratos), preste muita atenção nas dicas desse post.

Nós temos ratos de diversas origens. Alguns vieram de biotério, outros nasceram aqui, outros compramos do Rattaria Brasil e outros ainda adotamos depois de terem sido usados em experimentos. Hoje todos os nossos ratos são felizes e vivem bem, mas a não ser os que nasceram aqui e as meninas que compramos do Rattaria Brasil, todos os os outros precisaram de muito trabalho (e veterinário) para chegarem onde estão.

A melhor opção pra quem quer ter ratos como animais de estimação é adquiri-los de um criador – uma pessoa que estuda a respeito dos ratos e se dedica a selecionar os melhores animais de estimação.

A seguir, uma coleção de dicas pra te ajudar a escolher um bom criador e evitar os multiplicadores de ratos.

8 características de ‘criadores’ que você deve evitar:

  1. Recusa acesso ao local de criação:
    Alerta vermelho. Se alguém quiser te vender ou doar um rato mas se recusar a mostrar o ambiente onde ele vive, não pegue o rato. Um criador deveria ficar feliz em receber você para uma visita ou mandar fotos e vídeos de acordo com o que você pedir.
  2. Cruza qualquer casal, sem seleção:
    É muito fácil cruzar ratos, eles não são como pandas. É só colocar um casal junto, esperar 20 dias e pronto. Isso não significa que esses ratos serão saudáveis ou terão bom comportamento. Pergunte para o criador quais são os métodos que ele usa para escolher seus reprodutores.
  3. Tem fêmeas e machos no mesmo ambiente:
    Mesmo que o objetivo seja ter filhotes, fêmeas e machos não devem viver juntos. Isso gera reprodução descontrolada entre outros problemas. O casal deve ser colocado junto apenas para a cruza.
  4. Cruza ratos muito jovens ou velhos:
    Mesmo que o filhotinho tenha nascido saudável, se um criador cruza fêmeas fora da idade ideal para reprodução, ele está colocando a vida dela em risco. Essa é uma prática reprovável.
  5. Não sabe diferenciar se os filhotes são machos ou fêmeas:
    É possível diferenciar machos e fêmeas já no primeiro dia. Pra ter certeza, com 7 dias o criador deve saber dizer quem são os machos e quem são as fêmeas. É arriscado comprar um rato de alguém que não sabe determinar isso.
  6. Vende o mesmo grupo de ratos para alimentação ou como pet:
    Alguém que vende um mesmo grupo de filhotes para alimentação ou como pet não se preocupou com genética, comportamento ou saúde desses filhotes. Eu não estou condenando quem cria com essa finalidade, mas fazendo um alerta. Não é a mesma coisa criar um rato que vai ser o animalzinho de estimação de alguém.
  7. Não tem alojamentos adequados:
    Alerta vermelho. É muito perigoso adquirir ratos de quem os cria em ambiente externo. Eles podem, por exemplo, contrair leptospirose de uma barata que tenha tido contato com um rato de rua infectado. Muitos ratos em uma gaiola pequena é sinal de ratos estressados. Gaiolas sujas causam problemas respiratórios. Os alojamentos devem ter o tamanho adequado e ser bem ventilados e higienizados.
  8. Não alimenta seus ratos da maneira correta:
    Alerta vermelho. Ração de hamster, mix de sementes, pão velho, resto de comida humana e outros absurdos são usados por alguns ‘criadores’ por aí pra alimentar seus ratos. Quem faz isso não é confiável pra te fornecer um filhote saudável.

10 Características de um bom criador:

  1. Está disposto a mostrar sua criação e responder perguntas:
    Um bom criador ficará feliz em mostrar pra você como é o ambiente onde ele cria os ratos. Ele se interessa pelo bem estar dos ratos e vai tirar suas dúvidas.
  2. Faz seleção genética dos seus ratos:
    Ratos saudáveis e de bom comportamento são obtidos depois de algumas gerações de seleção. Um bom criador jamais vai reproduzir um rato que morde. É comum ratos terem tumores, mas a incidência varia entre as diferentes linhagens. Ratos podem ser selecionados para que a chance de terem certas doenças diminua. Também podem ser selecionados para que sejam dóceis com humanos, isso não é uma questão apenas de socialização.
  3. Não vende ratos para alimentação:
    O trabalho que é feito na criação de ratos como animais de estimação é muito diferente da reprodução para alimentação. Criar ratos dóceis e saudáveis envolve muito trabalho e dedicação. Um bom criador não vai querer jogar todo esse trabalho fora vendendo seus ratos pra alimentação.
  4. Não descarta nenhum rato:
    Ratos que apresentem alguma característica indesejável para reprodução devem ser cuidados da mesma maneira, com carinho e respeito. Um bom criador (um ser humano decente) jamais irá descartar ratos que não queira.
  5. Disponibiliza os ratos na idade certa:
    A amamentação e convivência com a mãe na infância é muito importante. Além disso um bom criador fará uma separação gradual do filhote e da mãe. Adquirir um rato assim significa que ele não vai chegar pra você traumatizado porque a mãe dele sumiu. Filhotes não devem ser disponibilizados antes dos 40 ou 50 dias.
  6. Alimenta corretamente sua criação:
    Alimentação correta é essencial para a saúde. Um bom criador deve entender um pouco de nutrição para ratos e usar ração ou alimentação natural.
  7. Possui alojamentos adequados:
    Um criador deve ter alojamentos separados para machos adultos, fêmeas adultas, cruza, mães com filhotes e desmame.
  8. Separa machos e fêmeas na idade certa:
    Com um bom criador você não corre o risco de adquirir uma fêmea grávida. Filhotes podem engravidar a partir das 5 semanas de vida.
  9. Manipula os filhotes desde cedo e faz a socialização adequada:
    Filhotes que são manipulados desde cedo e são socializados corretamente terão um relacionamento muito melhor com seus humanos.
  10. Reproduz apenas ratos na idade adequada:
    Existe uma idade certa para cruzar ratos. Assim como os humanos, eles tem problemas se engravidarem na adolescência ou depois de muito velhos. Fêmeas saudáveis devem cruzar entre 6 meses e 1 ano de idade. Laboratórios e alguns criadores reproduzem ratos já aos 4 meses de idade. Isso é perfeitamente saudável, mas esperar até os seis meses é legal porque já é possível ter certeza do temperamento do rato.

Nós temos experiência com apenas um criatório, o Rattaria Brasil. A Nyx e Gaia foram compradas lá e são absolutamente incríveis. Recomendamos sem ressalvas. Aqui vai um vídeo feito pelo Rattaria mostrando suas instalações:

Existem também outros bons criadores em outros estados. Ficaremos felizes em ajudar você a encontrar um. É só entrar em contato com a gente.

Já pensou em adotar?

Se você já tem experiência com ratos e deseja fazer do mundo um lugar mais feliz para um rato que precisa, essa é uma excelente opção. O Resgattaria faz um excelente trabalho de resgate de roedores. Na página deles você pode encontrar informações. Olhe também a página do Lar Doce Rato. Também há os ratos que são usados em experimentos em laboratórios. Dependendo da natureza do experimento, eles podem ser adotados ao invés de sacrificados. Falaremos mais sobre isso em outro post.

Anúncios

Sobre Aline Pêgas

https://alinepegas.com.br
Esta entrada foi publicada em avaliações, reprodução com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s