Problemas de pele

Por Luiz Henrique

Com a chegada do verão, muitas dúvidas aparecem sobre os cuidados com a pele dos nossos amigos dentuços. Neste post, falaremos um pouco sobre os problemas de pele mais comuns em ratos de estimação.

Parasitas

Não é muito comum, mas ratos podem ter pulgas. Eles podem pegar pulgas pelo contato com outros animais infestados, ou se tiverem contato com ovos. É relativamente fácil identificar pulgas no rato, porque elas, quando adultas, têm cerca de 2mm. Porém, é um pouco difícil de eliminá-las, porque apenas os adultos vivem nos animais. Assim, tratar os bichinhos não é suficiente. Deve-se tratar todos que tenham contato com eles e desinfetar a casa, o jardim, etc. Um rato com pulgas se coça muito e pode começar a perder pelos em algumas regiões do corpo. Além da irritação causada pela coceira, as picadas podem causar alergias em algum ratos, infecções, bem como outras doenças bastante sérias, uma vez que pulgas podem transmiti-las de um animal para outro, pela picada. Um exemplo de infestação que poucas pessoas se dão conta que pode acontecer é o seguinte. Imagine que você comprou aquela ração ou celulose, que foram armazenados inadequadamente pelo mercado ou loja. Ratos de rua ficaram muito felizes com o descaso dos empresários e fizeram a festa por ali. Estes ratos carregavam pulgas, que puseram ovos sobre a ração ou celulose (ou maravalha). É comum algumas empresas comprarem sacos grandes de ração e dividi-los em sacos menores, mais fáceis de vender a pequenos criadores. É aí que a deposição dos ovos pode acontecer. Quando seu rato for comer a ração (ou usar a celulose, etc.), os ovos eclodem e as pulgas aparecem. Para evitar este tipo de contaminação, é prudente, quando se desconfia da procedência de um produto, congelá-lo por 72 horas. Isso deve matar os ovos de possíveis insetos que estejam lá. O tratamento contra pulgas é a base de inseticidas. Assim, um veterinário experiente deve ser consultado para avaliar a dose eficaz, sem que seus ratos sejam intoxicados.

Ratos também podem ter piolhos. Normalmente, isso só acontece em ratos que já estejam um pouco debilitados, mas os sintomas são parecidos com os de pulgas. Observando os pelos do rato, é possível encontrar lêndeas (os ovos dos piolhos), grudadas neles. Ao contrário das pulgas, piolhos de ratos não são transmitidos a nenhuma outra espécie. Piolhos de ratos infestam ratos e piolhos de humanos infestam humanos. O tratamento contra piolhos é parecido com o contra pulgas. Portanto, vale o mesmo comentário – um veterinário experiente deve ser consultado para evitar intoxicação.

Outro inseto que pode prejudicar os ratos é a mosca berneira (ou varejeira). Ela deposita um ovo na pele dele. A larva que sai dali entra na pele e se desenvolve, causando inchaço e coceira. A retirada da larva tem de ser feita com muito cuidado. É grande a chance de um infecção séria, caso não seja retirada corretamente.

Além de insetos, ratos também podem ter ácaros (que não são insetos, são parentes das aranhas). Há vários tipos de ácaros, como aqueles que nos dão alergias respiratórias (quando uma pessoa diz que tem alergia a pó, normalmente é alergia a esse ácaro), mas o mais comum em ratos é o que popularmente se conhece por sarna. A sarna dos ratos é transmissível para cães, gatos e humanos. Como sintomas, há a perda de pelos, lesões na pele e dermatite, principalmente na cabeça e no dorso. Também podem atacar as extremidades das orelhas, focinho e o rabo. As lesões mais sérias na pele podem ser causadas pela coceira. O coitado se coça até sangrar. É claro que isso pode levar a infecções. Ao contrário dos insetos citados anteriormente, os ácaros são microscópicos. Assim, não é possível observá-los diretamente nos pelos. São os sintomas que denunciam sua presença. O tratamento contra ácaros é também delicado e requer um veterinário competente.

Doenças infecciosas

Pequenos ferimentos na pele dos ratos podem inflamar, causando abscessos subcutâneos. São regiões inchadas que, normalmente, contém pus. Se forem muito sérios, podem ser tratados com antibióticos e uma possível drenagem da região.

O mais comum é infecção por fungos (micose). Há perda de pelos, normalmente na cabeça, pescoço e perto da cauda. Pode haver lesões também, normalmente causadas pela coceira. Esta micose pode ser transmitida a humanos (e vice-versa) e a outros animais. Uma das maneiras de se detectar a micose é expor o rato à luz ultravioleta, conhecida popularmente como luz negra. Isso deve ser feito com cuidado, pois os ratos enxergam ultravioleta e a luz intensa pode ferir os olhos deles. O problema é que, como nós não enxergamos o ultravioleta, é difícil saber se a luz está intensa ou não. É preciso observar o grau de desconforto do rato. Uma vez que se exponha a pele do rato à luz ultravioleta, os fungos brilham. Normalmente, terão uma cor verde ou amarelada, mas bem brilhante, contrastando com a pele opaca do rato. O tratamento com antifúngicos depende muito do estado da pele, grau de infecção, tipo e extensão das lesões, etc. Já sabe: veterinário.

Fatores ambientais e nutricionais

Deficiências nutricionais podem causar, entre outras coisas, problemas de pele. Deficiência em ácidos graxos (aqueles óleos “saudáveis”) ou desidratação podem causar ressecamento de pele. A pele perde sua elasticidade natural e pode “rachar”. Lesões na pele podem aparecer, caso haja falta de vitamina A.

Um rato que não consiga fazer sua higiene pessoal, seja por paralisia ou depressão, etc., também terá ressecamento de pele. Um rato estressado pode exagerar na higiene pessoal (na própria ou na de um companheiro), arrancando os pelos de certas regiões do corpo. Quando em si mesmo, normalmente afeta os braços e barriga. Quando em um companheiro, o mais comum é afetar a cabeça, pescoço e ombros.

Se o ambiente estiver muito seco, a cauda pode ser bastante afetada pelo ressecamento. Se a umidade no ambiente não for aumentada, o ressecamento pode ser tão grave a ponto do rato perder um pedaço da cauda. Ambientes muito úmidos também não são muito bons para eles. Muita umidade, ou um rato constantemente molhado, favorecem o desenvolvimento de micoses. Assim, é bom ficar de olho na umidade do ar. Acima de 80% e abaixo de 30% é problema.

Algo relacionado a fatores ambientais, mas que não é exatamente um problema de pele, são as bolhas nas patas. Bolhas nas patas podem infeccionar e causar muita dor e desconforto. Normalmente, são causadas por gaiolas inadequadas, que têm grades, ao invés de um piso liso. Ratos precisam de pisos lisos, ou terão sérios problemas ortopédicos, entre eles as bolhas nas patas. Um trecho ou outro de grades não é um problema. Mas se ele tiver que andar o tempo todo sobre grades, as bolhas vão aparecer. Não é difícil cobrir as grades com um plástico tipo polionda, improvisar um chão de papelão (até conseguir algo definitivo – o chão vai ser roído em 20 minutos), ou algo assim. É uma atitude simples que pode fazer muita diferença na saúde de seu filhote.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em higiene, saúde com as etiquetas , , , , , , , , , , . ligação permanente.

9 respostas a Problemas de pele

  1. Pingback: O inverno está chegando | Rato de Casa

  2. Juliana diz:

    Olá! Faz 2 dias que comprei um camundongo e ele se coça direto, vira a comida e a água, fica roendo a gaiola e querendo sair. Eu nunca tive antes então não sei como eles se comportam geralmente, gostaria da sua ajuda com isso.

    Liked by 1 person

    • Olá Juliana.
      Ele está estressado. Procure não interagir com ele durante dois a três dias, para que ele possa se adaptar à sua nova morada. Coloque a gaiola dele em um lugar que seja calmo e longe de correntes de ar, principalmente durante o dia. Eles precisam de bastante tranquilidade nesse horário, pois é a hora de dormirem. Se as coceiras persistirem, pode ser parasitas (ácaros) que acabam vindo na maravalha, ou papelão. Porém, se for um camundongo descendente de uma linhagem de camundongos pretos (conhecidos pelo carinhoso nome de BL57C), pode ter uma dermatite de origem desconhecida. Só se sabe que é hereditário. Tem tratamento (mas não cura). Em qualquer caso, se ele passar mais de uma semana se coçando sem parar, é bom fazer uma visitinha ao veterinário. É muito importante ele ser especialistas em camundongos ou animais de laboratório. Camundongos são muito diferentes de outros animais exóticos, mesmo de outros roedores.

      Gostar

  3. Anny diz:

    ola faz 3 meses que tenho um rato branco mas agora ela se coça muito,esta com secreçao no olho direito e esta com umas ruguinha na nuca e perto das orelhas nao sei oque fazer

    Gostar

    • Olá Anny. Ela vive sozinha? Esse pode ser um problema. Ratos precisam de outros ratos para se limparem adequadamente. Caso não façam bem sua higiene, podem aparecer fungos e outros problemas de pele. É bom você consultar um veterinário especialista em ratos.

      Gostar

  4. Aline Lovatto diz:

    Oi boa tarde! Eu comecei a observar no meu ratinho, que ele aparece tipo com um sanguinho durinho, às vezes o sangue molhado, na região da orelha e pescoço. Sempre futuco e não acho nada, só o sanguinho duro ou molhado. Você sabe o que pode ser? Obrigada

    Gostar

    • É muito difícil dizer qualquer coisa sem pegar o ratinho na mão. Pode ser descarga de porfirina, algum machucado que faz em outra parte do corpo, ou até mesmo, fezes de pulgas. Fezes de pulgas têm esse aspecto que você mencionou. Seria bom vocês darem uma passadinha no veterinário para ver se ele não está com nenhum parasita. Caso esteja, apenas o veterinário pode receitar o remédio adequado, na dose adequada.

      Torcemos para que não seja nada. Abraços.

      Gostar

  5. Bruna diz:

    Nossa rata teve filhotes, mas todos morreram no primeiro dia (acreditamos que seja pq ela é muito novinha) isso ja tem umas 3 semanas. Nas ultimas 2 semanas pra ca ela vem perdendo pelos debaixo da barriga, e hoje vimos que ela mordeu o rabinho dela, estamos preocupados sem saber o que fazermos, ajuda?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s