Como medicar um rato

Por Aline Pêgas

Se você já teve que dar remédios para um rato, sabe que não é fácil. Nossas bolinhas de fofura são ágeis, inteligentes e criativas na hora de se esquivar do remédio. Nesse post você vai aprender algumas técnicas para facilitar a sua vida na hora de cuidar dos seus ratos quando eles precisarem de medicamentos.

Uso oral

Remédios líquidos

Na minha experiência, remédios líquidos de uso oral são os mais fáceis de administrar. Isso não quer dizer que é fácil. Sempre que possível eu peço para o meu veterinário uma receita que eu possa mandar manipular. No remédio manipulado você pode pedir um gostinho que seja agradável para o rato. Aqui em casa o sabor mais popular é baunilha. Morango é geralmente detestado. Nunca misture o remédio na água do bebedouro para o rato tomar aos poucos, porque você não tem como garantir que ele vá tomar a dose inteira. Além disso, muitos remédios precisam que a dose seja administrada inteira de uma vez. Vamos então às dicas.

  1. Primeiro, tente dar na colher. Poucas vezes isso funcionou pra mim, mas quando dá certo é o paraíso. Coloque o remédio em uma colher e ofereça para o rato. Pense em como você daria remédio para uma criança pequena. Diga que é gostoso, faça festa, crie um clima legal. Se o rato pensar que está ganhando um agrado, ficará mais inclinado a tomar o remédio. Colocar gotinhas no seu dedo e dar para o rato lamber também pode funcionar.
  2. Não funcionou? O próximo passo é tentar disfarçar o remédio com uma comidinha especial. Como o rato precisa tomar o remédio, vale usar ingredientes que você geralmente não ofereceria para o rato. Coisas que funcionaram aqui em casa foram: papinha de maçã ou banana, leite, ensure e danoninho.
  3. A seringa. Se o rato não quer tomar o remédio voluntariamente, você terá que obrigá-lo a tomar. A seringa é o jeito mais fácil de fazer isso. Mesmo que a dose seja alta e você precise encher a seringa mais de uma vez, use uma seringa de 1ml. Essas seringas são usadas para insulina e podem ser encontradas já sem agulha em farmácias ou lojas de produtos hospitalares. Se você colocar muito líquido de uma vez na boca do rato ele vai cuspir (ou pode até se afogar). A quantidade ideal por vez é 0,1ml. Com essa quantidade ele geralmente não consegue cuspir e engole o remédio. É preciso muita paciência pra dar de pouquinho em pouquinho. Não espere que o rato fique quietinho pra você dar o remédio com a seringa. Talvez você precise segurá-lo com firmeza. Eu geralmente seguro o rato contra o meu peito com uma mão e dou o remédio com a outra (como no vídeo), mas se o rato estiver determinado a não tomar o remédio você pode precisar da ajuda de outra pessoa para segurar o rato.

Comprimidos

Não tente dar o comprimido para o rato mastigar, não vai funcionar. Mesmo que ele pegue o comprimido, você não tem como garantir que ele não vai segurar ele na boca por um tempo e depois cuspir quando você não estiver olhando. O jeito é macerar o comprimido, misturar com um líquido e administrar como um remédio líquido comum.

  • Como macerar comprimidos: Depois de muita tentativa e erro, cheguei a um método bastante eficiente: Corte o comprimido e partes menores com uma faca ou estilete, coloque os pedaços entre duas colheres iguais e pressione uma contra a outra fazendo movimentos circulares para macerar o comprimido. O resultado deve ser um pó fino. No caso de comprimidos revestidos isso pode ser um pouco mais difícil, você pode precisar raspar o revestimento com uma faca primeiro.
  • Com o que misturar: O mais fácil é se você conseguir misturar com uma papinha ou outra comidinha gostosa. Se não der certo, misture com água ou outro líquido e puxe com a seringa para administrar. Sempre pergunte ao veterinário se o medicamento em questão pode ser misturado com água/leite ou o que você decidir usar.

Uso tópico

Sempre pergunte ao veterinário se tem problema o rato lamber o medicamento. Remédios de uso tópico sempre são lambidos. Caso isso seja um problema, você vai ter que segurar o rato até o medicamento secar ou fazer um curativo para que ele não tenha acesso à área. Curativos serão o assunto de outro post no futuro.

Sprays e Aerossóis

Se você tiver escolha entre um spray líquido comum e um aerossol, sempre escolha o spray. O barulho do aerossol é extremamente irritante para os ratos. Os meus também não são muito fãs de spray, mas eles toleram. Abra o pelo no local onde você precisa passar o spray para ter certeza que ele vai chegar na pele. Lembre-se de proteger os olhos e ouvidos.

Pomadas

Assim como no caso dos sprays, abra os pelos da região onde você irá passar a pomada pra garantir que ela vai chegar na pele. O tratamento de pododermatite geralmente envolve pomadas. Para passar pomadas nos pés pode ser mais fácil segurar o rato no colo e puxar o pezinho dele para trás, do que tentar passar a pomada com ele de barriga para cima.

Pode também existir a necessidade de inalação. Num outro post ensinaremos passo a passo como montar uma câmara de inalação em casa.

Anúncios

Sobre Aline Pêgas

https://alinepegas.com.br
Esta entrada foi publicada em saúde com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s